[Dica da semana] Filme “Loucamente Apaixonados”, disponível em DVD

loucamenteapaixonados_1.gif

Faz tempo que quero falar de “Like Crazy” aqui. O filme – que no Brasil saiu direto em DVD e ganhou o título de “Loucamente Apaixonados” – tem uma das minhas histórias de amor favoritas. Já vi várias vezes, principalmente quando preciso entender melhor meus sentimentos (e, de quebra, dar uma choradinha). É, basicamente, sobre um relacionamento à distância.

Ao contrário de “Amor à Distância” (Going the Distance), com Drew Barrymore e Justin Long, “Loucamente Apaixonados” ganha intensidade ao fugir da comédia romântica. É um drama doído, mais verossímil, mais desesperado. O filme acompanha a inglesa Anna (Felicity Jones) e o norte-americano Jacob (Anton Yelchin), que se conhecem durante os estudos dela nos EUA e se apaixonam. Quando o visto de estudante vence, ela decide continuar no país pelas férias – uma atitude inconsequente, que depois resulta no impedimento da sua entrada nos EUA.

O conflito surge exatamente aí, quando ela volta para a Inglaterra e não consegue mais entrar nos EUA nos anos posteriores (é literalmente barrada pela Polícia Federal no aeroporto), obrigando-os a ficarem separados. Fuso horário, saudade, affairs locais, conquistas profissionais que te prendem ao local em que se vive, viagens impulsivas, DDI, pressões, cobranças e muita burocracia formam a receita desse romance.

Por que assistir a esse sofrimento? Primeiro, porque o roteiro é muito sensível e o cineasta Drake Doremus, que assina o texto e a direção, conseguiu captar com primor os ônus desse tipo de relacionamento. Segundo, porque o elenco é muito bom (conta ainda com Jennifer Lawrence, que vive um namorico com Jacob). Terceiro, porque o filme ganhou dois troféus do júri no Festival de Sundance de 2011. Quarto, porque eu, que já vivi um namoro nesses moldes, estou indicando. Todos os grilos e medos dos personagens foram vividos por mim. Assista-o e entenda-me.

Anúncios

6 respostas para [Dica da semana] Filme “Loucamente Apaixonados”, disponível em DVD

  1. Silvia

    Verdadeiro, mas prefiri buscar um breve e sutil sorriso qdo Jacob fica sozinho no chuveiro. Sendo um recomeço p o amor deles.
    As lembranças q cada um teve naquele momento abraçafos no chuveiro era um troféu de q valeu a pena se reencontrar. Não acredito q era o fim. Caso contrário não teriam lembranças.

  2. jessyca samara

    Verdade Leonardo Torres
    Tambem nao entendia esse final,e muito menos em passar pela minha cabeça a despedida dele para com ela,sobre novas conquistas entre outras coisas que os satisfaziam.
    O fim é triste sim,mas se encaixa na realidade do mundo :/

  3. Thayna santos

    pra mim o filme fala de amar,intenso,’como louco’ e soltar da sua mão no seu próprio tempo…no fim eles se encontram pra uma despedida..ela ja ta com um ar triste quando fala que vai tomar banho..ele vai junto..lá eles se despedem lindamente de uma experiencia sublime q teve seu tempo e agora precisa adormecer ali,porque a vida segue

  4. Me identifico tanto com essa história que sinto vontade de amar sem medo. Acho que o amor dos dois não acabou, a conclusão da história deve ser tirada durante todo o filme, não apenas no final. O que valeu para a minha interpretação foi o quanto os dois conquistaram e abriram mão de tanta coisa, menos da conquista do amor. Eles se amaram desde o primeiro olhar e nunca mais conseguiram afastar seus corações. Dá vontade de fazer intercambio só pra ver se encontro um Jacob..hahahaha..Melhor filme que já assisti.

  5. Ana Flávia

    Assisti esse filme hoje, achei a história linda e muito diferente dos típicos filmes drama/romance americano, acho que por causa dos atores ou o modo de atuar.As cenas muito lindas mesmo. Só não entendi o final, parecia que eles não estavam felizes, a conclusão da história não entendi :((

    • Leonardo Torres – Autor

      [SPOILER]

      Ana Flávia, depois de tanto tempo lutando judicialmente para conseguirem se casar, os dois se afastaram – ele nos EUA, ela na Inglaterra. Quando finalmente conseguiram ficar juntos, já tinham outros interesses, outras vidas, outros romances e aquela conquista já não os satisfazia por completo mais. É um fim triste, sim. Mas real.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s