Ele, ela e o dia seguinte

Ele abriu os olhos, sem sentir que tinha realmente dormido, e ela não estava mais do seu lado. Sentiu-se aliviado. Estava mal humorado. Não queria ter que lidar com sua presença. Ficaria feliz se ela desaparecesse para sempre. Olhou a hora no relógio e ainda era cedo. Ele planejava passar o resto do sábado dormindo e evitando a ressaca moral.

Esfregou os olhos e se deu conta que sua bolsa ainda estava na cadeira. Ela não tinha ido embora? Onde estava? De repente, ela entrou no quarto, acendendo a luz – como ele odeia que façam antes que se levante – e carregando uma bandeja com café da manhã.

– Bom dia! – ela estava radiante, sorridente, perfumada e bem arrumada. Devia ter acordado há muito tempo. Ou nem dormiu. Ele estava arruinado, descabelado, com mau hálito, a cara amassada e talvez até fedido. Sentiu-se inferior. De novo.

– Pensei que você já tinha ido embora.

– Claro que não! Não sou esse tipo de mulher. – eles tinham se conhecido na noite anterior, ainda não sabiam quem eram. Ele não tinha ideia de que tipo de mulher ela se tratava – nem se importava com isso. Só sabia o tipo de homem que havia se tornado. Ela lhe deu um morango na boca. Ele se incomodou, não tinha morangos em casa. Ela tinha ido à feira?

– Você não precisava fazer nada disso. Geralmente, eu nem tomo café da manhã.

– Meu objetivo não era te proporcionar mais do mesmo.

– Você não precisa ser boazinha comigo. – ele se esforçou ao máximo para ser claro e antipático. Queria que ela evaporasse na sua frente.

– Eu sei que não. – ela se ofendeu e o clima pesou.

Ele olhou para a parede esquerda. Ela olhou para a parede direita, mas logo voltou a encará-lo. Agarrou o queixo dele, girou-o para si e deu um selinho, se esforçando de novo para ser agradável, como vinha fazendo desde que o conheceu. Ela sabia que podia ter ido embora há muito tempo. Mas não queria.

– Você é ótima, mas eu quero ficar sozinho – ele passou a mão amigavelmente no rosto dela, se levantou e foi ao banheiro – Por favor, vá embora.

Anúncios

2 respostas para Ele, ela e o dia seguinte

  1. waleria

    Que cara mais grosso. Nunca vi tamanha falta de gentileza..Tem mais é que nao arrumar mais mulher nenhuma carinhosa. Um bobão o seu personagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s