Flordelis, a mãe de 50 pessoas

O subtítulo me chamou a atenção: “A incrível história da mulher que venceu a pobreza e o preconceito para ser mãe de cinquenta filhos”. Comprei o livro de presente de Dia das Mães. Sempre tenho medo de errar quando o presente é para ela, mas algo me dizia que dessa vez eu estava acertando. Minha mãe leu, se emocionou e disse para que eu lesse também. Geralmente não sigo os conselhos literários dela (minha mãe volta e meia quer me fazer ler livros sobre a Cabala), mas neste caso não ofereci resistência. E assim conheci Flordelis.

Que mulher incrível. Ela começou o trabalho dela (ou missão, como ela prefere chamar) na favela do Jacarezinho, por onde eu passei de ônibus uma única vez e ouvi quatro criancinhas comentando com chocante naturalidade que uma outra havia morrido há poucos dias com um tiro. Ela recorria a favela, depois do toque de recolher, evangelizando os jovens envolvidos com o tráfico de drogas, seja como usuário, seja como criminoso, seja como os dois. Ela chegou a ir às bocas de fumo e peitar os chefes tentando converte-los e salvar vidas. E salvou.

Não sou evangélico e tenho uma lista extensa de discordâncias com esta religião, mas é inegável o poder da fé dessa mulher. Ela se envolveu em uma série de situações perigosas – que as pessoas evitam e ela buscou – para salvar crianças e adolescentes. Passou a acolhê-los em sua casa: bebês abandonados, crianças com HIV, que sofriam maus tratos, adolescentes tentando se livrar das drogas, da violência, da prostituição. E ela é pobre. Não tinha como fazer isso, financeiramente falando. Mas fez.

Hoje em dia, 50 filhos moram com Flordelis. E ela diz que há outros 20 que foram tomados dela, por questões judiciais (não é fácil conseguir a guarda de tanta gente). Por eles, ela pediu ajuda a Deus e ao mundo, se mudou diversas vezes, fugiu da polícia, dormiu na rua, dependeu da solidariedade dos outros para comer e alimentar dezenas de bocas. Para ela, são todos seus filhos mesmo. Mães fazem de tudo por sua prole, não é o que dizem? Flordelis leva isso ao extremo.

Sua história é linda (e virou um filme, lançado há dois anos). Eu não me atraveria a resumi-la aqui no post. Li o livro e fiquei com um desejo imenso de conhecer essa mulher (e espero um dia poder sentar e conversar com ela). Hoje em dia, ela deu a volta por cima e tem uma instituição, o Instituto Flordelis, que segue com o seu trabalho com as crianças e adolescentes. Foi a forma que ela encontrou de continuar com seu trabalho (mas a casa tá cheia ainda).

Responder a Flordelis, a mãe de 50 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s