Carta do Tio Léo #10: reclusão, estudos e estafa

Não vou fingir que o post sobre a troca de olhares foi a carta de outubro. Não foi. Eu confesso: me esqueci totalmente sobre isso tudo de cartas. Estou em estafa, minha gente. Este mês foi de extrema reclusão, voltado 100% para os estudos. Tudo piorou depois que apresentei a monografia da pós-graduação (e fui aprovadíssimo!), e comecei a me dedicar integralmente ao preparo para esse concurso público que virá. Não tenho visto meus amigos, meus filmes, e lido qualquer coisa que não seja didática. Tenho estudado tanto, mas tanto, que escrever as notícias do POPLine, sobre o universo da música pop, se tornou mais lazer do que trabalho. Quando estou muito cansado de estudar, mesmo fora do expediente, procuro uma notinha para escrever. Algo rápido, mas que me faça respirar outros temas.

Sinto-me culpado se faço qualquer outra coisa. Como disse, não fui ao Festival do Rio, e também estou por fora da corrida pelo Oscar dessa vez. Sei que terei MUITOS filmes para ver quanto tudo isso terminar, e também tenho uma pilha de livros de ficção acumulados. Minha única folga, para não dizer que não tenho uma, acontece nas noites de quinta, quando paro para ver o “The Voice Brasil”. “Sangue Bom”, que eu adorava, há muito não assisto… Ouvi dizer que vai terminar essa semana, e estou meio triste com isso, porque perdi todo o desenrolar final. Era uma novela que eu gostava… mas prioridades são prioridades.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tenho lembrado muito de um ditado que minha avó pregava quando eu era criança: “primeiro a obrigação, depois a diversão”. Sei que depois que realizar essa prova, vou pirar o cabeção e correr contra o tempo. Sair para ver todo mundo, me atualizar das fofocas, ir ao cinema incessantemente, ler horrores, enfim. Falta pouco. A prova é no próximo domingo (então pode começar a me desejar boa sorte), e vou viajar no fim de semana seguinte. Vou a Búzios, que é um lugar que tenho vergonha de não conhecer ainda. Tirei dois dias para respirar e relaxar mesmo. Preciso disso nesse momento. Sei que vai ser bom.

Agora, tenho que parar de escrever. Antes de dormir, tenho que assistir a uma aula virtual, de correção de exercícios. Pode acreditar que esse tipo de coisa existe. O mercado para os concurseiros é amplo e surreal. Tudo é oferecido e precificado com valores altíssimos. Não quero passar por isso novamente tão cedo. Passando ou não nessa prova, minha ideia é não ter que me submeter a esse ritmo insano de estudos nunca mais.

Vou lá. Enviem boas energias, porque vou precisar.

Abraços,

Tio Léo

Uma resposta para Carta do Tio Léo #10: reclusão, estudos e estafa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s