Condenáveis: o dia que meu livro foi parar na mão do Faustão

O Fausto Silva falou do meu livro ao vivo no último “Domingão do Faustão”. Mostrou meu livro. Falou meu nome. Disse o título. Pegou no meu livro. 5 segundos inteiros no ar para todo o Brasil. Uau – é só o que posso dizer. A ficha ainda não caiu. O que mais posso falar? Que eu amo o Faustão? É claro que eu amo – desde ontem. E amo a Robertinha também, que tornou isso tudo possível 😉

Tudo aconteceu de repente e, quando recebi a notícia, estava entrevistando a organizadora da Vigília Interreligiosa, na Cúpula dos Povos, no Aterro do Flamengo – um evento emocionante em muitos momentos. Estava, literalmente, entrevistando-a, quando meu celular começou a gritar (porque aquilo, durante uma gravação, não era um “toque”, mas um “grito”). Apertei rapidamente qualquer botão para abafar o som e seguir ouvindo-a. Isso durou mais alguns minutos.

Quando a entrevista terminou, minhas amigas, que estavam comigo fazendo esse trabalho para a pós-graduação, me contaram que meu livro tinha sido mostrado no “Domingão”. Uau. Elas me abraçaram, me deram parabéns e esbanjaram sorrisos felizes, enquanto eu seguia com minha cara blasé, de quem não entendeu o que ouviu. “Temos que fazer mais uma sonora”. Faustão? Meu livro? Sério?

Olhei, finalmente, o celular e tinha recebido duas mensagens. “SEU LIVRO TÁ NO FAUSTÃO!!!”. Ok. Aquilo começava a parecer real (e eu estava sendo o último a saber, ironicamente haha). Era a hora de eu abrir o olho e perceber o travesseiro babado, mas isso não aconteceu (até agora, pelo menos). O que eu, sim, vi foram mensagens carinhosas de amigos próximos, distantes, colegas, conhecidos e tudo mais o que você possa imaginar. Fiquei tão feliz com toda a torcida. Parece que as pessoas passaram a dar mais credibilidade ao livro depois que ele foi exibido na TV (mas jamais esquecerei quem me apoiou desde que tudo era apenas uma aventura irresponsável).

Estou muito feliz com a conquista e a repercussão alcançada com “Condenáveis”. Isso é MUITO estimulante (surreal, mas estimulante) e eu precisava deixar isso registrado. Muito obrigado a todos que estão tornando possível a realização do sonho que é este livro. Tudo isso é resultado de uma longa batalha, nada veio fácil. Para quem ainda não comprou, não perca mais tempo:

E-book. Pagamento no cartão de crédito e Paypal.
Impresso. Pagamento no cartão de crédito, boleto bancário e transferência online.

Anúncios

5 respostas para Condenáveis: o dia que meu livro foi parar na mão do Faustão

  1. Leon Nunes

    Boa tarde
    Estou a publicar novo livro e gostaria de enviar um exemplar para o Faustão.
    Como fazer para aparecer no Vitrine, se há boatos (?) sobre cobrança da produção para aparecer o livro lá?

    Grato
    Leon Nunes

  2. Caio Mirabelli

    Leonardo poderia me esclarecer como eu também posso divulgar minha obra no programa do Faustão? digito no google e não acho esta informação em lugar nenhum.

    Aguardo sua resposta

    Abraços Fraternais

    Caio Mirabelli

    • Leonardo Torres – Autor

      Oi Caio! Tem que enviar seu livro destinado à produção do programa, com endereço do Projac, que é Estrada dos Bandeirantes, Curicica. Coloca no envelope “A/C Produção Domingão – Vitrine do Faustão”.

  3. Bernadete Lage Rocha

    Olá.

    Olá, amigos.
    Abaixo relatório de nossa participação na Cúpula dos Povos e o manifesto e vídeo Rio + 20,
    para ajudar esse povo tão sofrido, já que somos mesmo todos irmãos. (está em português, inglês e espanhol).
    Se puderem, divulguem por favor, para ajudá-los.

    Abraços fraternos,
    Bernadete Lage Rocha – Professora
    Viçosa, MG – Brasil
    Ativista por minorias em situação de risco.
    Cons. dos Direitos da Crinça e do Adolescente
    Conselho de Segurança Alimentar
    Mulheres Pela Paz.
    bernadete_lage@yahoo.com.br
    l.bernadete@yahoo.com.br
    31- 88853369
    ————————————–
    Amigos,
    La´ no Rio corri muito, por 6 dias, na Cúpula dos Povos, falando e panfletando, até bem tarde.
    Estava sozinha e fui acolhida por todos os ativistas e representantes do mundo inteiro, que encontrei por lá.
    Consegui um bom espaço nas tendas diversas e em muitos meios de comunicação para divulgar
    a luta pela inclusão social do Povo Cigano, no Brasil e no mundo.
    E quase ninguém sabia da verdadeira situação dos ciganos.
    No Brasil (800.000, 90% analfabetos ) e nem da dos outros países (15 milhões, quase a totalidade, tambem em situação dolorosa).
    Fiz tudo o que meu limite fisico permitiu.
    O lider dos ciganos de Belo Horizonte, Sr. Carlos, esteve por lá, mas conseguiu somente por uma tarde (quinta).
    Deu umas entrevistas tambem, antes de partir
    Já que eu era do “Movimento dos Sem Tenda”, enquanto esperava minha vez de falar em cada uma que fui, ficava ouvindo.
    Aprendi tanto e com tanta gente boa do mundo inteiro,
    dedicando seu tempo, inteligência, suas pesquisas, sua coragem na luta para tornar esse mundo viável .
    Uma noite, enquanto falava na Rádio Cúpula, meu filho Vitor e a namorada filmavam. Quando terminou, ele, que havia ouvido ali mulheres de várias organizações alertando a todos sobre os problemas do planeta,os estragos no ser humano e na natureza, falou-me:

    -Mae, a Rio + 20 está acontecendo mesmo é aqui, na Cúpula dos Povos.

    Só chorei muito quando, na noite da cerimonia da Vigilia Inter-Religiosa, com dezenas de representantes religiosos e de etnias diversas, e midia internacional, chamaram-me para representar esse povo tão doce, tão sofrido pelo qual luto tanto.
    Eu sabia que aquele lugar era deles, os ciganos de todo o planeta. E enviei junto com todos a energia para governantes de todos os países lutarem verdadeiramente para preservar o planeta e também para as sementes de girassol que serão plantadas pelo mundo afora.
    E imaginava ciganinhas de olhos fechados e pais de familia, de chapéu na mão, em ato de contrição, distribuindo ao mundo sua fé,
    sua coragem de seguir em frente. Apesar de tudo!

    “Solo le pido a Dios, que el injusto no me sea indiferente,
    Que la reseca muerte non me encontre, vazio y solo sin haber hecho lo suficiente.” Violeta Parra.

    Abaixo, o video para a Rio+_20. e o Manifesto distribuído na Cúpula dos Povos.
    Divulguem , por favor. Sempre há tempo para mudanças.

    MINORIA ÉTNICA, EXCLUÍDA E AVILTADA POR TODO O NOSSO PLANETA
    Manifesto por socorro a uma minoria étnica, cujos 90% já nascem massacrados pelo fardo vitalício da dor do aviltamento e segregação atávica na sociedade humana.
    A todos os participantes da Cúpula dos Povos, Rio+ 20, nosso apelo para que o mundo inteiro se una na luta pela erradicação de um dos maiores flagelos da humanidade, que é a condição de sofrimento e exclusão do Povo Cigano. São quinze milhões no mundo e quase um milhão no Brasil. Não bastasse terem sido vítimas do holocausto, quando, junto com judeus, foram executados um milhão de ciganos, até hoje sofrem com a violência e discriminação. A maioria, chamados de nômades, são na verdade, expulsos dos lugares em que acampam, dificultando, por exemplo, o acesso das crianças à escola. Quando conseguem tratamento de saúde, são dificultados por funcionários, que desconhecem seu drama diário. Como conseqüência, descobrimos uma maioria esmagadora de analfabetos, com seu cotidiano completamente comprometido. Tendas são queimadas e famílias legadas ao desamparo. Ciganos sofrendo violência ou sendo expatriados para países nos quais nunca estiveram antes. E, em quase todos os cantos da terra, são impedidos de circularem livremente nas ruas, lojas, parques.
    ENQUANTO HOUVER NO PLANETA SERES HUMANOS IMPEDIDOS DE SUPRIR SUAS NECESSIDADES BÁSICAS E DESTITUÍDOS DO DIREITO À LIBERDADE, AO CONHECIMENTO, À INSERÇÃO, ESTAREMOS JUNTOS APRISIONADOS PELO FLAGELO DA OMISSÃO.
    Abraços fraternos,
    Bernadete Lage Rocha – Professora
    Viçosa, MG – Brasil
    Ativista por minorias em situação de risco.
    Cons. dos Direitos da Crinça e do Adolescente
    Conselho de Segurança Alimentar
    Mulheres Pela Paz.
    bernadete_lage@yahoo.com.br
    l.bernadete@yahoo.com.br
    31- 88853369
    ETHNIC MINORITY EXCLUDED AND DEGRADED BY ALL OUR PLANET
    Manifesto in support to an ethnic minority, of which 90% are born massacred by the burden of lifelong pain of degradation and atavistic segregation in human society.
    To all participants of the People’s Summit, Rio + 20, our appeal to the whole world to unite in the struggle to eradicate one of the greatest scourges of humanity, which is the condition of suffering and exclusion of the Gypsy. Though they have also been victims of the Holocaust as well the Jews, when one million of gypsies were executed, even nowadays they have suffered from violence and discrimination. The majority, known as nomads, are actually expelled from their campings, making it difficult, for example, the school attendance of children. Health care,even though rarely obtained, is led by staffs who unknow their daily drama. As a result, we have an overwhelming majority of illiterate gypsies with their daily lives completely compromised. Tents are burned and their families are left unsheltered. Gypsies are victims of violence or expatriated to countries they have never been to before and everywhere they go they are forbidden to walk freely on the streets, enter the malls and visit parks.
    WHENEVER THERE ARE HUMAN BEINGS UNABLE TO SUPPLY THEIR BASIC NEEDS AND DISMISSED FROM THEIR SACRED RIGHT TO LIBERTY, TO KNOWLEDGE AND TO INSERTION WE WILL BE, TOGETHER, INPRISONED BY THE SCOURGE OF OMISSION.

    Abraços fraternos,
    Bernadete Lage Rocha – Professora
    Viçosa, MG – Brasil
    Ativista por minorias em situação de risco.
    Cons. dos Direitos da Crinça e do Adolescente
    Conselho de Segurança Alimentar
    Mulheres Pela Paz.
    bernadete_lage@yahoo.com.br
    l.bernadete@yahoo.com.br
    31- 88853369

    MINORÍA ÉTNICA, EXCLUÍDA E ULTRAJADO EN NUESTRO PLANETA
    Manifiesto por la ayuda de una minoría étnica, cuyo 90% ya nacen masacrados por el peso del dolor de la segregación atávica en la sociedad humana, desabrigados que son de la práctica del macroprincípio de la dignidad de la persona humana.

    A todos los participantes de la Cúpula de los Pueblos, Rio+ 20, nuestro apelo para que el mundo entero se una a la lucha por la erradicación de uno de los mayores flagelos de la humanidad, que es la condición de sufrimiento y exclusión del Pueblo Gitano. Son quince millones en el mundo y mas de ochocientos mil en el Brasil. No suficiente con haber sido victimas del holocausto, cuando, junto con judios, fueron ejecutados un millón de Gitanos, hasta hoy sufren con la violencia y discriminación. La mayoría, llamados de nómadas, son en verdad, expulsados de los lugares en que acampan, dificultando, por ejemplo, el acceso de los niños a la escuela. Tratamiento medico, cuando consiguen, es dificultado por funcionarios, que desconocen su drama diario. Como consecuencia, descubrimos una mayoría abrumadora de analfabetos, con su día a día completamente comprometido. Tiendas (hogares) son quemadas y familias heredan el desamparo. Gitanos sufriendo violencia e siendo expatriados para países los cuales nunca estuvieron antes. Y, en casi todos los rincones de la tierra, son impedidos de circular libremente en las calles, almacenes, parques y otros lugares.

    EN CUANTO HAYA EN EL PLANETA SERES HUMANOS IMPEDIDOS DE SUPLIR SUS NECESIDADES BÁSICAS Y DESTITUIDOS DEL SAGRADO DERECHO A LA LIBERTAD, AL CONOCIMIENTO, A LA INSERCIÓN, ESTAREMOS JUNTOS, APRISIONADOS POR EL FLAGELO DE LA OMISIÓN.
    Traducción español: José Carlos Montes Vergara (Colombia), mestrando da UFV-Brasil.
    Abraços fraternos,
    Bernadete Lage Rocha – Professora
    Viçosa, MG – Brasil
    Ativista por minorias em situação de risco.
    Cons. dos Direitos da Crinça e do Adolescente
    Conselho de Segurança Alimentar
    Mulheres Pela Paz.
    bernadete_lage@yahoo.com.br
    l.bernadete@yahoo.com.br
    31- 88853369

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s