Dois Dominic Cooper incomodam incomodam muito mais (e olha que eu gosto!)

“O Dublê do Diabo” era uma de minhas perdas sentidas do Festival do Rio deste ano. Não consegui assistir ao filme – e nem conhecer o protagonista Dominic Cooper (o amigo mais velho do Capitão América no longa da Marvel), que deu cano no evento na última hora. Mas assisti hoje. E não estou exatamente satisfeito.

O IMDB classifica o gênero do filme como “biografia” e “drama”, mas está muito mais para thriller. Fui enganado. O longa dirigido por Lee Tamahori (“O Vidente”, “007 – Um Novo Dia Para Morrer”) não poupa o espectador de cenas de estupros, matanças, automutilações e tripas à mostra, o que proporciona um quê de trash.

Adaptação da autobiografia homônima de Latif Yahia, o filme conta a história de um homem obrigado a trabalhar em tempo integral como sósia de Uday Saddam Hussein, filho do ditador iraquiano. Para isso, ele passa por uma série de plásticas e usa uma prótese dentária. Caso não topasse o emprego, sua família poderia ser a próxima vítima das atrocidades do Saddam Júnior, cara meio psicótico, desprezado pelo próprio pai.

Dominic Cooper assume ambos os papéis, não lá muito brilhantemente. Divido “O Dublê do Diabo” em duas metades. Na primeira, o roteiro da história parece promissor e a interpretação do ator é canastrona. Uday é um vilão irritantemente teatral e Latif é um mocinho novelístico. Um esforço para diferenciar os personagens, cujos traços únicos não são perceptíveis: o tamanho do pênis (o do mocinho é maior) e 3 centímetros de altura (o vilão é mais alto, mas é o mesmo ator, então…). Na segunda metade, o roteiro já cansa e se revela óbvio demais, mas Dominic passa a convencer (ou fui eu que me acostumei?). O mocinho – o protagonista – se torna mais convincente, se permitindo a ter momentos de ódio, como qualquer ser humano. Torna-se mais real.

Mas o filme é totalmente dispensável, ao ponto das melhores cenas serem aquelas em que Dominic aparece nu (e olhe que sua bunda nem é lá isso tudo!). Por isso que ele nem se deu ao trabalho de vir promover o longa no Brasil. Bolo entendido.

Anúncios

3 respostas para Dois Dominic Cooper incomodam incomodam muito mais (e olha que eu gosto!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s