Mãe agredindo filho e circense agredindo criança – e são “famosos”

Antes de mais nada, corrigindo o título: “”””””””famosos””””””””

Queria estar aqui falando da nova música dos Strokes, Under Cover of Darkness, que, aliás, eu adorei, mas fatos recentes me impossibilitam de tocar em assunto tão agradável. Vocês estão acompanhando o ‘caso Cristina-desequilibrada-Mortágua’? Acredito que sim, mas recapitulo para quem está desatualizado: o filho dela com o Edmundo, de 16 anos, foi à delegacia com a empregada dar queixa de que Cristina o agredia. Se eu parasse por aqui, já teria apresentado elementos demasiadamente chocantes em apenas uma frase, mas tem mais. Cristina foi à delegacia e fez a maluca: gritou, xingou, agrediu o filho novamente e, como mostra o vídeo que está circulando por aí, agrediu também a delegada, mostrando total falta de civilidade. Sua justificativa para isso tudo? O filho é gay. E a mãe é louca. Mas enfim. Cristina já foi presa e solta e, quando você estiver lendo isso aqui, provavelmente já terão ocorrido fatos novos.

E na semana que essa (série de) notícia(s) está pipocando, mais uma novidade desagradável envolvendo celebridade decadente vem à tona. Trata-se de Marcos Frota agredindo uma criança – que, nesse caso, não é seu filho (o que torna as coisas piores, na minha opinião). Ele foi à Vila Cruzeiro, comunidade carioca, mês passado fazer uma visita pós-pacificação e divulgar as apresentações gratuitas que o seu circo fará por lá. Bacana, se ele não fosse descontrolado. Enquanto discursava no microfone, sentado no meio da criançada, uma delas meio que se desequilibrou e segurou o ator. Ele revidou:

O vídeo é absurdo. Vocês viram a cara dele de fúria com uma criança? Nem Xuxa em sua época de Manchete. Eu penso assim: se você não tem disposição para aturar, não se meta nessa furada. Lidar com crianças não é para qualquer um. Não é fácil. Exige talento. Ele, dono de um circo, já deveria estar calejado. O que não se pode é sair de casa para dar cotoveladas nos filhos dos outros, ainda mais essas crianças que já tem na bagagem o grave histórico do tráfico de drogas. Odeio quem faz maldade com criança. Em declaração ao EGO, o ator perdeu o tempo dele para alegar que não agrediu ninguém. Segundo ele, era tudo brincadeira. “Aquele evento foi o maior astral, a maior paz e harmonia”, poetizou. Meu caro, há um vídeo, não force a barra.

Como diria minha mãe, o mundo está perdido. Não podemos nos acostumar com esse tipo de notícia. Pense que esses casos viraram manchete por envolverem nomes conhecidos (das pautas do Superpop, mas ainda assim conhecidos). Então, imagina quantos casos anônimos não acontecem todos os dias. Que estes dois sejam devidamente punidos para servir de exemplo.

Responder a Mãe agredindo filho e circense agredindo criança – e são “famosos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s