‘Machete’ e ‘Como Esquecer’

Machete – Filme de Robert Rodriguez. Haja estômago. Muito sangue e muitas cabeças cortadas explicitamente em menos de cinco minutos de filme. Luta de interesses e poderes e, as vezes, eu já nem sabia porque Fulano tava matando Cicrano. Quis ver por causa da Lindsay Lohan (Labor Pains), que faz um papel mínimo, e encontrei um filme com Robert De Niro (Estão todos bem), Jessica Alba (Idas e vindas do amor) e Danny Trejo (Predadores), que está ótimo.

Depois de enfrentar Torrez, um famoso chefe do tráfico, o ex-agente federal mexicano Machete Cortez escapa para o Texas, procurando esquecer o passado. Mas lá, aceita a missão de matar o senador corrupto McLaughlin. Traído pela organização que o contratou, Machete percebe que o plano era culpar os imigrantes mexicanos ilegais pela tentativa de assassinato e com isso ganhar apoio público para o senador. Ajudado por Luz, uma sensual cozinheira de tacos, e pelo padre local, Machete parte para a vingança. Adaptado do falso trailer criado para o lançamento de Grindhouse em 2007.  

Como esquecer – Filme de Malu de Martino, elogiadíssima por todo o elenco. É uma história totalmente introspectiva, melancólica e depressiva, que – não sei bem explicar o porquê – gerou algumas séries de risadas na platéia (a tristeza alheia pode ser mesmo cômica). Não vou dizer que Ana Paula Arósio (Celeste e estrela) conseguiu ficar feia, porque seria um exagero, mas com certeza posso dizer que não ficou nada atraente. É um dos filmes que eu mais gostei do Festival. Achei lindo, super delicado. A maioria das pessoas não gostou. Ao fim da sessão, ouvi o povo criticando. Um homem disse assim: “É gay demais para mim!” – mas aí não dá para levar opiniões assim em consideração. Ana Paula faz uma lésbica abanadonada por uma nunca vista Antônia. Mas podia ser também um Antônio. O ponto do filme não é a sexualidade, mas o sofrimento do abandono.

Júlia luta para reconstruir sua vida depois de viver intensa e duradoura relação amorosa com Antônia. Em meio a diversos conflitos internos e diante da necessária readaptação para uma nova vida, não disfarça sua dor enquanto narra suas emoções. Ao longo do filme, ela vai encontrar e se relacionar com outras pessoas que também estão vivendo, cada uma a seu modo, a experiência de ter perdido alguém importante em suas vidas. Uma trama instigante que fala de pessoas comuns enfrentando os desafios de superar dores do passado e buscar uma nova chance de encontrar a felicidade.

2 respostas para ‘Machete’ e ‘Como Esquecer’

  1. tambem queria ver a lindsay lohan pelada , mas foi frustrante, a atriz que aparece pelada na lagoa com outra mulher e o danny trejo, nao e a lindsay. quem ja viu e prestou atençao notou que a lindsay esta numa piscina e a cena de sexo se passa numa cachoeira ( acena foi tirada do trailler falso que circulou na net antes do filme ser rodado e falaram que era a lindsay), tambem quem ja viu a lindsay lohan nua sabe que ela tem seios grandes, ao contrario da atriz que aparece na cena, foi gato por lebre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s