Minha experiência num puteiro argentino

Quando eu era mulequinho, meu pai queria me levar em um puteiro para perder a virgindade. Enrolei, enrolei, enrolei e nao fui. Nao sou desses. Me interesso demais pela vida de garotas de programa, mas nao tenho interesse nenhum em ser um cliente. Grave essa informaçao.

Entao, estava eu hoje caminhando pela Corrientes – depois de ter turistado na Plaza de Mayo e na Plaza de la Republica – todo alegre, pensando em como as coisas mudaram e como estava ficando tudo bem por aqui. Aí fui parado por um desses caras que dao filipeta. Aceitei. Sempre aceito. Tenho pena deles. Ficam ali na rua o dia inteiro, entregando papéis, ninguem aceita, ninguem olha nas suas caras… mas aí esse cara, além de me entregar o papel, puxou papo.

– Oi, meu nome é Leonardo. Posso falar com você um minutinho?
– Pode sim. Também me chamo Leonardo.
(eu, achando divertido isso de ser xará)
– Da onde você é?
– Brasil
– Ah, notei pelo seu sotaque.
(ele, dizendo que meu espanhol é uma merda)
– hehe
– Estamos inaugurando essa boate aqui.
(me mostrando a filipeta)
– Ah, que legal. (fingindo interesse para ser legal)

E aí nao sei bem como ele me levou no papo e me fez entrar. Tinha que descer umas escadas. Era um subsolo. No final da escada, uma cortina. Passamos por ela. Tudo escuro, com luzes vermelhas bem fracas iluminando o ambiente (como a parte que ficam os morcegos no zoôlógico). Veio uma mulher falar comigo e me levou para um sofá.

Obviamente, a essa altura do campeonatoeu já havia entendido que nao era uma boate e sim um puteiro. Mas já era tarde demais. Como sair dali sem parecer estar repudiando-as? Me sentei com a puta. Me falou seu nome, mas nao lembro qual era. Nao importa, porque provavelmente nao era verdadeiro. Começou a conversar comigo, super simpática, e eu pensando em como cortá-la.

Aí ela começou a falar do local. Disse que faziam shows privados e que eu poderia escolher qualquer uma das meninas. Eu disse que tava com pressa, que nao ia rolar. Mas fingi interesse e perguntei se funcionava o dia todo. Ela disse que sim e que na próxima vez eu ia ter um desconto (o cara lá na rua havia me falado algo sobre isso) e que eu nao pagava nada pra entrar, apenas a consumaçao e as meninas. Okay, okay, okay, respondia.

Aí veio outra mulher com uma bandeija com três copos de refrigerante. Eu disse que nao queria. A puta que estava comigo antes falou que nao tinha alcool e que aquilo era o minimo que me ofereciam. Falei que nao queria mesmo (vai que era Boa Noite, Cinderela)? Mas ela falou pra nao fazer desfeita. Brindamos. A essa altura a segunda puta já estava sentada também. Fingi tomar, mas nao tomei.

Aí a puta que me recebeu começou a mudar o tom de voz. Disse que eu pagava agora, e na proxima nao precisaria pagar.

– Mas eu nao pedi nem pra entrar! Pagar o que?
– As bebidas.
– Eu nao pedi bebidas!
– Você nao pede, as meninas* pedem. Sao 60 pesos.
– Nao tenho dinheiro.
 (eu, horrorizado com o golpe e com três Cocas custando 60 reais).
– Assim você prejudica as meninas. Vai ficar devendo. A proxima vez vai ter que pagar.
– Tá bom.
– Mas voce nao tem mesmo?
– Nao. Tenho que ir no banco sacar e venho pagar.
(mentindo)
– Assim você prejudica as meninas…
– Desculpa.

E nesse momento chegou uma terceira mulher, essa mais velha, com uma lanterninha na minha cara. Cafetina, creio. Loira, de óculos, coroa enterona, administradora de empresas. A puta que tava de papo comigo falou: “Ela vai te revistar pra ver se voce nao tem dinheiro mesmo”. Me levantei assustado e tentei sair dali. Notei que tava encurralado. Tudo estrategicamente planejado. Eu, contra a parede, com uma puta e um sofá de cada lado, e a cafetina na frente com a lanterna. Ameacei andar pra frente, passar por cima. Nao assustei ninguém nao.

– Você nao pode entrar aqui e nao pagar.
– Mas eu nao pedi pra entrar! Me trouxeram aqui!
– Você entrou porque você quis.
– Nao!

 Tentei escapar mais uma vez. A loira chamou uns capangas. Dois brutamontes assustadores. Perguntei quando era antes que eles tocassem em mim. Ela repetiu que eram 60 pesos. Eu sabia que só tinha uma nota de 100 na carteira. Perguntei se tinha troco. A loira disse que sim. Abri a carteira, dei a de 100 pensando que aquele era o pagamento para sair do inferno. Que nada.

– Falta o da bebida das meninas.
– Que?
– 360 no total.
– Nao tenho!
(eu, falando a verdade)

E aí, minha gente, eu fui tratado como bandido no puteiro (sendo que eu que tava sendo roubado!). Me revistaram os bolsos da calça e do casaco. O fim! Eu tremia de pânico. Queria sair dali. A loira disse que eu ia ficar devendo e que quando voltasse ia ter que pagar. Achei que era melhor entrar no teatro e respondi positivamente. Fui ao balcao e tentei ter meu troco de volta, nao tive. Me deram um papelzinho cômico:

INVITACIÓN ESPECIAL
X 30 DIAS
DEBE 260 PESOS

E saí de lá correndo, em panico, com medo do mundo. Nao se pode confiar em ninguém. Sempre fui defensor das putas, cara, e elas fizeram isso comigo. Filhas da…

*Como eu sou brasileiro, ela falava ´meninas´ em português a todo tempo.

Anúncios

66 respostas para Minha experiência num puteiro argentino

  1. Felipe

    Aconteci oarecido cmg. Porém eu levantei e a cafetina era uma loira que tava insistindo em ver minha carteira eu disse vai se fuder vou chamar a polícia e sai empurrando elas e sai do lugar. Também recebia os papéis das pessoas em corrientes e em florida, agora eh passo por eles e nem olho também avira depois dessa quero que todos eles vão se fuder. Não paguei e sai empurrando elas e o cara que tava na porta.

    • Fellipe

      Aconteceu parecido cmg. Porém eu levantei e a cafetina era uma loira que tava insistindo em ver minha carteira, eu disse vai se fuder vou chamar a polícia, e sai empurrando elas e sai do lugar.
      Eu Também recebia os papéis das pessoas em corrientes e em florida, agora eu passo por eles e nem olho também, depois dessa quero que todos eles vão se fuder. Agora entendo porque os argentinos ignoram todas as pessoas que ficam fazendo panfletagem, Não paguei e sai empurrando elas e o cara que tava na porta.**

  2. Natália

    nem sempre a culpa é das meninas e não somos putas e sim garotas de programa, puta é quem da de graça, estragam seu casamento, não vou atrás de homem nenhum eles que vem até mim. ja trabalhei em boates desse estilo realmente não concordo com o jeito com que tratam os clientes.

  3. roberto ortg

    seus burros! ja comi muita puta argentina! por 50 pesos! loiras morenas, de boa! mais vcs brasileiros gostan de dar uma de gringo na argentina! então toma seus troxa!! eu como toda semana puta brasileira en SP e sempri fui vem atendido do jeito que fui atendido en varios paises de sur america. kakakak

    • Alexandre

      Cai nesse golpe também. Numa tal de whiskeria Irlandesa. Não vi irlandesa alguma, apenas 2 meninas, uma velha e um cara estranho atrás do balcão. Sorte que eu tinha levado comigo parte do dinheiro e o restante deixei no hotel. Foi barra, pois você fica com medo de chamar a polícia (podem fazer parte do esquema).

  4. Fui Argentina, também a noite horario mais ou menos 21 horas, tinha saido restaurante. Fui convidado conhecer uma boate entrada Gratis. Recebi o convite acompanhado até a porta da alução a boate. Subi escada, logo fui recepcionado por uma linda garota, deu-me um beijo, Em seguida apareceu outra garota, outras garotas apareceram, pegando em meus braços, mostrou uma cama de couro, sem forro . Eu disse vou sair, não é que foi pensava, conhecer garotas Shows Gratis. Derrepente apareceu um bando de homens, baixinhos fortes, aparentando que eram bolivianos. Falavam em esponhol, queria que eu pagasse o programa de $-200.00 pesos
    Nada fiz. Por Deus, gritei socorro, ajuntou mais homens, consegui escapar das mãos mãos, desci a escadas correndo. Experiencia, nunca aceite convite , em outros paises. Para nunca mais, irei conhecer nada de estranhos. fato no 2011/Buenos Aires- Argentina.

  5. Carolina Silva

    Nossa cara, com todo respeito com o fato que acredito que não foi fácil, mas vc contou de um jeito que eu ri muito. Rs

  6. Demitry

    Porra isso aconteceu com meu primo em Barcelona,o muleke era menor e eles não perceberam, exploraram o garoto tomaram toda a grana dele.masssss!
    Estávamos em 9 brasileiros,5 primos e 4 amigos (um desses era o Marcão com 2,06m de altura).
    Na noite seguinte fomos nesse putero, parecia um matadouro,era escuro, apertado(ao contrário das xotas de lá),e.úmido.
    Um de cada vez, pra não suspeitarem, daí, começamos a botar banca , pedir bebidas caras e tal .
    Ai chegou na hora de ir embora íamos saindo a cafetina nos chamou cobrando
    Falei que não ia pagar, vieram os 7 seguranças quebramam todos em dois tempo, quebrei o nariz de um (sou faixa marrom de Krav Maga).
    O Marcão arremessou um em cima da mesa que caiu em cima de dois velhos kkk
    envaziamos o caixa do putero, tissemos que eles chamassem a polícia, pois o.muleke era menor,e o putero ia ser fechado.foi muita adrenalina , essa daquelas histórias pra contar pros meus netos.rsrs

  7. joao de las candogas

    PO CERTO TA O CORINTIANO LA DE CIMA, MEU, piranha barata tu q u q, tem q ir em lugar de nivel, se meter em buraco, em bel zonte tem q tu siobe e dece, num tem treta, nus estranja ainda mais america do sul, barato, disconfia mermão, eu vi os panfleto, nem nas revista de mule pelada elas são daquele geito, tudo armado, tres amigos meus cairam nesse golpe, pagaram 400 cada um e ainda sairam rindo, me passaram o golpe, po cume q voces carioca, baiano, minero foram entrar nessa, ai o se quer coisa boa, procura direito q acha, aqui é diferente da ate pra casar com as moças

  8. Pablo

    Amigo, isso aconteceu comigo em agosto de 2009 (faz tempo hein kkk). Era a minha primeira viagem internacional e ainda era estudante universitário. Foi a mesma encenação que aconteceu contigo. Falavam espanhol muito rápido lá na “boate” e eu não entendia algumas partes. A minha sorte é porque me tremia tanto de medo que deixaram eu sair. Não paguei nada, mas tinha comigo muito dinheiro (havia saído no dia com intenção de fazer compras) e uma câmera fotográfica. Meu medo era que os capangas encontrassem o dinheiro e me depenassem. Se eu puxasse o dinheiro para pagar nem que fosse 30 pesos, iam ver o bolo de dinheiro que eu tinha. Mas felizmente me liberaram diante do meu pavor. A impressão que dá é que a polícia faz parte do golpe, porque num local com grande movimentação turística, inúmeros golpes como esse há anos acontecem.

  9. sandro

    tambem cai nesse golpe com mais dois amigos mais como nao tinhamos saido atras disso nao levamos dinheiro, e a rapariga veia olhou a carteira dos tres, mais nao tinha nada nao chamaram ninguem mais mandaram a gente pastar e quando voltar nao voltar liso, mais afinal de contas somos brasileiros, tamos sempre liso.

  10. Bando de Prego… Fui em Setembro de 2013… Fiquei na Florida com Corrientes num hotel proximo… fui prestar serviço pra uma multinacional… Na segunda noite fui dar um rolê… chegou a mina do Panfleto… veio com o PAPINHO… já virei e disse… QUANTO POR SÚ CULO ??? … a mina ficou olhando pra minha cara… aí eu falei mais baixo com cara de loko… CUANTO POR SU CULO MI PENDEJA !! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,…. a Mina vazou assustada ! Mano… aqui é PALESTRA… PALMEIRAS… vem mexer com os Porco … Comi uma mina tesuda na TUCUMÁN… lá é sussa… fica a dica !! Abs bando de punheteiro.

  11. jeferson

    porra to aqui nessa merda e acho que nao vou a kugar nenhum entao.
    to me cagando de medo agora com essa chicas.

  12. Juan

    Porque eu não vi esse blog antes… poxaaa… vou nem contar a minha história pq é igualzinho a de vcs… me roubaram 300, 00 (pesos)… Deu vontade de passar lá depois para mata-las!!!

    • christianlino

      Cara, conte sua história sim! É bom que serve de alerta para o pessoal. É legal saber o tipo de abordagem e tals para que possamos nos precaver dessas putas filhas da puta! Hehehe

      Eu mesmo só não caí nesse golpe porque já tinha lido os relatos dos colegas aqui!

      Abçs!

  13. Fer

    Fer.
    Tem puteiro confiavel em Buenos Aires, tbm cai nesse golpe, tive que pagar e ainda tomei uma porrada da puta … rs , só rindo mesmo.

    Mas vou sempre para lá e seria bom ter um lugar confiavel para visitar e comer algo diferente.

    Abraço e parabens pela inciativa.

  14. gibo santos

    Meu vou lá com 5 amigos e quando nos deram a bebida, vamos jogar na cara delas, quebrar o pau e vazar.

  15. lorenzo

    Fui de novo a Buenos Aires, agora 02/01/2014 e passei na porta do puteiro,pensando
    em sacanear de novo más tava tudo arrombado.Corrientes com florida cuidado meus
    bons Brasileiros, pau no cu dos (a) argentinos. Agora tem outros iguais, ou piores.
    Pipoco neles e nelas, Pipoco neles e nelas Caralho Porrrrrra.

  16. lorenzo

    Lorenzo:: (vingança)Questão de honra. Como havia contado antes,voltei nesse puteiro, ai a porrada comeu solta,já sabia do esquema ,e com uns birinaites na cuca já fui chegando e dando porrada nas putas e os seguranças sairão correndo ah quebrei tudo q podia e não podia.
    Ai naõ apareceu nenhuma polícia sorte minha,Más q dei porrada pra caralho nas putas e nuns seguranças pra caralho (vinguei), Cuidado. Brasileiros AV:corrientes/ Florida.

    • Leonardo Torres – Autor

      Ai, meu Deus! Não aconselho ninguém a fazer o mesmo. Sério. É melhor evitar entrar do que entrar para confusão com essa gente.

  17. Ronaldo

    hahahahahaha, ainda bem que encontrei esse blog aqui, se não eu ia cair igual um patinho também nessa conversinha!
    De quebra, seria interessante fazer uma listinha de puteiros que não fazem parte desse aparente ‘famoso’ golpe

  18. lorenzo

    Malandro, aconteceu comigo, estava na rua florida quando uma a gerenciadora gostosa,
    chegou perto de min e disse que tinha lindas putas por 200 pesos .Pô tô ali para passear
    e fuder as argentinas, fui no puteiro ai chegarão duas gostosas ,ai vai papo, virão q era
    brasileiro e me deram o papo bravo , falarão q tinha q pagar a entrada e conhecer as
    putas , arranquei cem pesos só q no bolso tinha R$400,00 também ai a cafetina me
    extorquiu dizendo q queria toda la plata para eu sair de lá.Deihle um murrrrro na cara
    ai veio um segurança com uma faca na mão , joguei um tamburete na cara dele e empurrei o filho da puta e consegui sair fora do inferninhos,sorte minha vinha passando a policia federal e fiz sinal dizendo q era brasileiro e tinhão mê estorquido R$400,00,ai o pau quebrou falei que ia chamar o cônsul,e iria publicar nas redes sociais do mundo dizendo que pais falido passa fome filho da puta ,resultado a própria policia negociou me deu os cem pesos q não valem porra nenhuma e mais os R$ 400,00 e me pedirão perdão pelo fato ocorrido.Meu irmão depois q a adrenalina passou pensei fiz loucura, pois estava num pais de merda e poderia ser assassinado pelos cafetões e pela policia . Cuidado meus
    bons amigos q vão para buenos aires isso mesmo com letra minúsculas pois ,é mais fácil ser assaltado pelas putas do q homens.Cuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiidadoooooooooooooo.
    Saudações do Clube Atlético Mineiro Galooooooo Campeão do mundo…………

  19. Comentário: Tenho idade 66 anos, em turismo em Buenos Aires/Argentina
    fui abordado por entregador de panfletos, convidou-me conhecer casa de Show Gratis
    aceite. Subi escadaria, segundo andar. Logo apareceu uma Linda garota com todo carinho, deu um beijo. Logo apareceu outra garota, também beijou-me, logo chegou a terceira. Todas muito bonitas. Logo percebi que éra um puteiro. Queria sair, fui empedido sair, necessário $-200,00 (pesos). Eu não paguei, logo apareceu muitos homens pequena estátura, seguraram pelo braços, queria dinheiro. Fiquei nervoso
    gritei bandidos, ladrões. Consegui desprender das mãos dos bandidos, desci correndo,
    Minha sorte. Nunca mais, vá conhecer lugares, na Argentina.
    “Nunca aceite convite Grátis” Ladrões. estrangeiros.

  20. quebradordeput

    em tempo… a próxima vez vou deixar a aliciadora entrar na frente e vou empurra-la pra quebrar todos os dentes na escada e vou vazar e pra qualquer efeito ela caiu sozinha.

    • quebradordeput

      Quero voltar lá, só que uma garrafa pet cheia de gasolina pra literalmente tocar fogo no puteiro.
      quando as putas sentarem do meu lado jogo a gasolina no sofá bem espalhada e mando o fosforo aceso – só quero ver a explosão
      assim que fizer , se não for preso eu posto aqui o resultado.

  21. quebradordeput

    Exatamente o que aconteceu comigo!!! vieram os 3 drinks, falei que não ia pagar, vieram me cercar, empurrei todo mundo quando meu amigo saiu correndo e eu atras. Antes de sair porém, voltei, tinha um monte de madeira na entrada como
    decoração, arranquei umas saí dando cacete em tudo – quebrei um monte de coisa e saí vazado – nessa as putas se fuderam KKKKKKKKKKKKKK vo voltar lá com mais vontade ainda – pensa que brasileiro é otário – AQUI É CURINTIA MANOOOOOOOOOO

  22. Sahemir

    Meu amigos disse: essas fotos não são de argentinas, mas de brasileiras. Curioso, resolvemos perguntar ao panfleteiro, na rua Florida. Nisso chegou uma mulher, com uma conversa que não entendíamos bem, pois só falamos português. Conversando e caminhando, sem perceber, sem saber como, adentramos num cubículo, através de um corredor estreito, onde 2 “ticas” já vieram se apresentando, dando beijinhos no rosto e sentando-nos num sofá. Resolvemos sair imediatamente e essas duas, mais a “administradora” se postaram no corredor dizendo “hay que pagar”. Pediam que aguardássemos só 2 minutos – acho que para que os seguranças chegassem – mas insistíamos em sair. Botavam terror mesmo. Diziam que iam chamar a polícia – eu pensava: será que na argentina prostituição é crime? Pô… meu pai e a mulher dele, minha mulher e a mulher do meu amigo estavam na “Galeria Pacífico” nos aguardando! Vou apanhar dos seguranças… se não morrer, minha mulher me mata! Eu só ouvia “hay que pagar”. Tirei R$ 20 do bolso e entreguei. Mu amigo começou a berrar e empurrar as “ticas”. Dei mais 50 pesos. Aí passaram a pedir maiis por causa do meu amigo. Eu tinha mais 300 pesos. Ele avançou contra as moças e empurrou a porta. Começou a me gritar lá de fora e eu as empurrei para sair correndo. Fomos no sentido contrário ao da galeria. Na volta, a aliciadora estava no mesmo local. A vontade era de espancá-la, mas o medo foi maior. Passamos de cabeça baixa do outro lado da rua. Estamos vivos e bem. Descobri que as fotos parecem ser mesmo de brasileiras. Fora o aperto, foram R$20 + 50 pesos. Descoberta cara!!!

  23. Puta merda!!!

    Ainda bem que achei esse blog procurando, bom deixa pra lá o que eu estava procurando, mas enfim, estou embarcando em breve para a Argentina e cairia como um patinho nesse golpe.

  24. Paulo

    Isso aconteceu comigo. Eu estava na rua florida e uma mulher loira começou a falar comigo, palavras as quais muitas eu nao entendia. Entao ela me mostrou um voucher e eu achei q fosse uma boate entao segui ela. Quando vi , ja estava dentro do puteiro. Duas mulheres ofereceram coca cola eu acho, nao bebi nada. Eu disse que ia embora. Ai veio uma coroa loira, tipo chefe de puta e disse q tinha q pagar 60 e depois 240. Ai eu disse q eu n tinha. Ai elas começaram a gritar, colocando terror e eu acabei cedendo os 300 pesos. Eh obvio q isso eh uma mafia..eu ate falei com um policial, mas n cheguei a registrar ocorrencia. Gente, cuidado, n fale com as pessoas da rua. Isso que aconteceu comigo foi na rua florida.

    • Leonardo Torres – Autor

      Paulo, é verdade. Sempre que passei pela Florida, vieram me dar o mesmo flyer que me levou ao golpe na Corrientes. É igualzinho. O negócio é ignorar e não dar atenção para estranhos na rua.

  25. Luis

    Só para entrar na estatística.
    eu também caí no mesmo golpe
    o cara é muito bom na conversa e não sei como ele consegue levar caras tão espertos pra dentro daquela bocada.
    mas de mim só pegaram 60 pesos.

  26. Serejo

    Também fui vítima do golpe, em uma arapuca no microcentro, fui conduzido por duas chicas de modo coercitivo, ou seja me abraçaram, que sorte, fui parar no famoso sofá, ladeado por las chicas, drinks não solicitados, a cafetina cobra e ai, após a resistência ao golpe, os armários, paguei, pra não perder tempo, AR 60, mas, fui a comissaria local, próximo, me idebntifiquei, fiz o relato, e após vinte minutos, ( eles já conhecem o golpe ), me acompanharam até o local do golpe, indiquei a cafetina, que estava na rua, eles a chamaram de modo sutil e ordenaram: DEVOLVA LA PLATA DE CAVALHEIRO, ai amigo, o carioca pega na curva, a puta ficou um arco iris, com a ousadia de alguem que abriu a boca, pra nao ser roubado dessa maneira, resultado:
    De brinde conheci a comissaria central, próximo à calle florida, quis agradecer os com ARs os policiais, mas pasmem de jeito nenhum aceitaram.
    Enfim, fiz quatro viagens pra Bs As, farei a quinta agora no inverno, com toda a crise inflacionaria, vale a pena, mas: Olho Vivo.

  27. tiago

    Gente quasi cai num desses, é bom ler sobre isso pra poder se prevenir. Nesse blog aqui também vi um post parecido: http://vivendonoestrangeiro.blogspot.com.ar/
    Se vocês puderem ir lá contar a história de vocês, igual fizeram aqui, pra ajudar a divulgar um pouquinho mais isso pra ajudar outros brasileiros turistas.
    Abraços

  28. Rui

    Acabo de cair nesse golpe….cheguei no puteiros a filha da puta já pegou no meu braço e me levou para o sofá , começou a pegar no meu pau, abriu minha calca….enfiei as mãos no peito dela ….mas pensei que era puteiros do Brasil, passa a mai em todas e come uma….rs…. Bom ,pedi uma cerveja, mas nao queria come-la era meio feia e tal… Então ela começou com a idéia de que tinha q entrar com ela no quarto e tal, falei que na queria ….entoa começou a treta….mandei ela a outra puta e o segurança tomar no cu…falei que pagaria o chop e iria embora….nao tinha trocado, tinha 20 dólares, acabei dando ….mas to muito puta 40 pau numa cerveja….prefiro pagar 250 no flat em sp numa puta top….

  29. Gusthavo Quintilianno

    Comigo aconteceu o mesmo na Florida em Julho de 2011, estava descendo sozinho e um cara entregando folheto, dai ele falou pra eu conhecer o lugar e sem pagar, que se eu gostasse depois voltava, no panfleto tinha cada mulher linda que fui.

    Quando estava subindo as escadas ja estava com um mal pressentimento, entrando a puta perguntou do que eu gostava, falei que nao ia ficar muito e outra chegou com os tres refrigerantes, falei que nao queria nada e que ia embora, mas comecaram a me encurralar e falar que tinha que pagar drink de puta.

    Perguntei quanto era e ela falou 360 pesos, falei que nunca que ia pagar, elas comecaram a me empurrar a falar que iam chamar o seguranca, fui ate a porta que estava com um cadeado.

    Uma devia ser a cafetina, era loira gritava e parecia que tinha um olho torto, algo assim, falei que ia ficar esperando ela abrir, mas foi um rolo e quando concordamos em pagar 60 pesos ja sabia a merda, pois quando abri minha carteira tinham 700 pesos, a cafetina enfiou a mao e pegou 300, dai tava empurrando todas ja, e nada de destrancarem, no fim dei os 700, pois estava com minha familia e minha mae ia ficar PUTA se soubesse que eu tinha me enfiado numa biboca dessa, entao preferi pagar, pois se nao teria sentado e esperado abrirem.

    E agora vou contar o mais engracado de tudo isso, eh que na verdade nem de mulher eu gosto, mas tenho um fraco por mulheres bonitas, sou gay e me pergunto ate hoje, por que, minha vontade eh voltar la um dia so pra quebrar a cara delas.

    Que fiquem todos avisados ja, nossa lendo agora nem acredito que mais gente caiu nessa.

    RESPOSTA DO LÉO – Gusthavo, esse post do golpe argentino é um dos mais lidos do meu blog desde que o publiquei. Muita gente cai nele na alta temporada. É exatamente isso: na Corrientes e na Florida. Não houve sequer uma vez em que passei pela Florida na qual não fui abordado por eles, mas agora já ignoro e nem paro para dar atenção.

  30. Rodrigo

    Nao sei como entrei em uma BOCA dessas tambem ….
    Vou Contar como foi…
    Estavamos eu e Meu Irmão procurando por uma Loja de Bicicletas, pois meu Irmão Queria comprar uns acessórios para incrementar a Bike dele em Manaus_AM . Dai Pedindo informações por Ali um ciclista que estava por ali informou que na mesma Rua que estavamos , há umas duas Quadras daquele Local , havia uma dessas Lojas.

    Ocorre , que no trajeto da citada Loja passamos por Uma BOCA , Cujo nome Estava escrito Na Parede ..CABARET …No mesmo estilo de Lugar que foi citado por vcs…

    Se arrependimento matasse… mas vamos Lá … entramos no referido Local e apareceu uma única moça … em seguida ela pediu para que sentassemos em um Sofa.. Meu Irmão olhou pra mim …vamos sair daqui … Dai Apareceu outra Moça … e em seguida O Garçom… Um Sr. Gordo Enorme com aparencia de uns 50anos. Como haviam dois sofás e duas mesas , meu irmao sentou na mesa de traz, quando veio o ” Garçon com uma bandeja de refrigerantes , uma especie de fanta laranja quente e sem gás que em seguida ele nos alertou dizendo não conter ALCOOL !! … só dei uma bicadinha quando meu irmão se Levantou dizendo vamos embora.. ai o Gordão disse assim … Tiene que pagar 280 pesos , meu irmão tava com uma grana para comprar os assessórios da bike , e depois de muita discussão com o Gordão que estava arredio e gritava como um LEão de Chacara …. como se fosse ele que estava sendo Lesado, vejam só … pagamos R$280 pesos achando que eram para Livrar os dois , foi quando o Brutamontes disse que ele estava Liberado .. faltava eu pagar … os olhos do meu Irmão começaram a ficar vermelhos de raiva …Perguntou Quanto mais … ele disse R$280 pesos , ai meu irmão pegou seus ultimos 100 dolares e pagou ! ele deu o troco em pesos e dois tickets nos assegurando que poderiamos voltar quando quisessemos…Saimos Correndo dali …e pasmem …na mesma rua tinha um Distrito de Polícia …entramos para fazer a ocorrência … e na espera de sermos atendidos , conversamos com Um Uruguaio que teve seu carro roubado , e ele nos falou que a policia sabe desse tipo de Golpe mas que nada acontece … e foi o que aconteceu …registramos a ocorrencia e fomos embora ..]

    • elvis

      Aconteceu comigo em 2010, quando fui a Buenos Aires com uma amigo, levam tudo que tinha na minha carteira e do meu amigo também. Foi um dia de terror, acabou com minha viagem que tanto esperei. Não sei como estes lugares funcionam sem fiscalização.

  31. Justinceiro

    Parabens pela iniciativa de falar sob o assunto, eu vou p lá e vou mandar tomar no c* se puta vier ou qqer um dessa raça vier embaçar.

  32. James

    Caramba bixo….achei que fosse o unico a ter caido, mas vejo que eh um golpe bem estruturado, que nem dos estrangeiros do Armani falso….
    O panfleteiro veio cheio de conversinha, de uma boate nova, soh pra ver o ambiente, pq abriria mais tarde e tal…etc…enfim como ”The curious kill the cat”, acabei indo olhar a tal boate, afinal, nunca tinha visto uma boate argentina…quando entrei percebi que era um puteiro e fiquei tentando arranjar uma forma delicada de sair (perdi uma boa chance de ser bruto)…ai eh o de praxe, a puta de puxa uma cadeira, pede pra esperar 1 minuto enquanto me trarao um voucher especial pra entrar mais tarde sem pagar…trouxeram uma bebida e eu disse que nao queria, pedi pra levar de volta, falaram, algo do tipo ‘no hay nada’ e as bebidas continutinuaram ali, a essa altura ja eram duas putas minha volta tomando o drink…vi que soh tava eu no tal salao e fecharam a porta da tal boate…comecei a sentir que ia dar merda, entao me levantei pra ir…nessa hora a cafetina me vem com uma comanda de 400 pesos dizendo que era a consumacao minima…cara, sei que eh loucura, mas fiquei tao puto na hora e tao indignado que perdi a nocao do perigo, estava disposto ateh a meter a mao na cafetina e eventuais segurancas que fossem chamados se fosse preciso, chamar a policia, cheguei a considerar ateh que poderia ser deportado dependendo da treta, mas o sangue subiu muito e nao teve jeito…disse que nao ia pagar nada e pra ela chamar a policia…ela comecou a tentar encurralar, intimidar, peguei e cheguei a falar se ia me deixar sair ou se ela iria chamar alguem pra me matar, tipo querendo dizer “se tiver alguem com cano aqui que mostre logo senao vou sair no murro!”…Acho que os meus 100kg ajudaram um pouco a desencorajar o staff do puteiro…falei pra chamar a policia e a cafetina disse que ela mesma ia ligar naquele momento….o sangue desceu um pouco e comecei a pensar…Se ela esta proativa assim dizendo que vai chamar eh porque deve ter subornado alguns, ou ateh algum trabalhe para ela, ja que sei que no Brasil tem alguns policiais que fazem seguranca de puteiro como bico pra completar o salario….vendo o tamanho da merda que podia dar, cedi um pouco…disse que pra cafetina que pra sair dali sem brigas, confusao e policia eu pagaria 20 pesos….ai ela deu um pitizinho e disse que tinha que ser no minimo 40 pesos…como o peso esta dois por um, pensei “40 pesos sao 20 reais, o que no meu emprego atual equivale a cerca de uns 25 minutos de trabalho…soh o tempo que vou perder ou a merda que pode dar, compemnsa eu pagar mesmo sendo um golpe”….aceitei e disse pra trocar cinquenta, o seguranca veio da porta com 10, dei os 50 e sai batendo a porta….Pra eles eh lucro, uma garrafa de refri da pra uns 7 golpes e custa 6 pesos…de um levam 50, de outro 100, de outro 200….eh uma corja de fdp mesmo…
    Uma dica para o dono do blog – coloque em algum lugar com um titulo GOLPES EM BUENOS AIRES ou CUIDADOS NA ARGENTINA, e some esse ao do taxi no aeroporto e etc, pois dificilmente as pessoas vao procurar com esse titulo, somente depois que jah cairam…
    Eh isso pessoal, agradeco a atencao e espero que alguem, consiga ler isto antes de encontrar o fdp do panfleteiro argentino em seu caminho…

  33. […] Talvez quando eu tenha ido a minha primeira entrevista de emprego. Ou quando recebi meu primeiro salário. Quando descobri que chefes não eram como professoras? Quem sabe quando usei meu cartão de crédito pela primeira vez? Quem sabe quando paguei a conta! Ou quando deixaram de pedir minha identidade para entrar em locais proibidos para menores (até em puteiro argentino eu já fui parar…). […]

  34. Rodrigo

    caraca, fui em 2004 e quase aconteceu o mesmo, uma puta veio com uns 2 ou 3 copos de fanta laranja, a mesma historinha, veio um bruta monte….. eu só dizia que iria trazer os meus amigos que estavam lá fora me esperando….na Carlos Pellegrini……. enfim, o golpe é antigo e tive sorte de não ser espancado, pois eles põe terror mesmo. Depois tomei uma breja e relaxei, fui em outro puteiro, mas num tinha essa palhaçada, tem que tomar cuidado com os panfletinhos…..

  35. Fe

    Meu Deus….

    Aconteceu exatamente a mesma coisa comigo e com os meus amigos…

    Mas, como estávamos em três, “empeitamos” o cara que estava lá, e saimos.

    Absurdo…

    Evidente que, se fosse o caso, quebraríamos o “pau”, contudo, saimos sem pagar.

    Fica a recomendação de JAMAIS adentrar em qualquer “boca” em Buenos Aires, após ser convidado por um Argentino. Um verdadeiro golpe.

  36. igor valdemor

    caraaa , hoje aconteceu a mesma coisa comigo , vim morar aqui em Buenos Aires , pra estudar ..
    Tudo bem eu tava na florida , e fui parado por uma mulher , querendo pra min conhecer uma boate ..
    Quando entrei me levaram pra um sofa , e uma mulher comecou a conversar cmg , tudo bem , tinha presa so queria conhecer o local , ae chegaram com 3 copos de coca cola , que por sinal tava quente . .
    Depois na hora de sair , veio uma mulher loira com uma lanterna ..º
    ela comeceu a me cobrar , tudo bem achava que era so 60 pesos , era o que tinha no papel la que tava na mesa .
    Mas ela tava pedindo 300 pesos ..
    Comecei a enrolar e tal ..
    Mas nao adiantava , ate que elas chamaram um cara la ..
    Nao tive pra onde correr , paguei 300 pesos ..
    Agora e bem facil ser uma quadrilha ..
    Pois cair no mesmo golpe e acho que no mesmo local ..
    Esses argentinos fdp !
    Vlw .. desculpem pelos erros de acentuacao , e que tou no pc argentino ..º

    RESPOSTA DO LÉO – Muito igual, Igor! É um golpe que, obviamente, tem a cobertura de gente importante (da polícia, ao menos), porque, se todo mundo cai nessa, é impossível que ninguém faça nada para acabar com a, como você denominou, quadrilha. Comigo aconteceu na Avenida Corrientes, mas eu fui abordado depois na Florida também, mas aí já não respondi e segui andando. É horrível – e você perdeu mais plata que eu – mas pelo menos saiu bem dessa. Boa sorte nessa cidade perigosa! 😉 Dica: não fale com ninguém nas ruas.

  37. Marcelo

    “PUTA” merda hein kkkkkkkk
    essas coisas soh acontecem com voce hein meu Deus, isso tudo por causa de uma coca imagina se voce come uma puta ??? tava FU**** ia apanhar mtoooo

    soh voce msm leo abraçoss

  38. P.

    PQP QUE MEDO! Porra, Léu, vc vai entrar num lugar desses assim? Desse jeito, nem Jesus hauahau

  39. F. Labriola

    HUSHUAHUSHAHUHSUHAHUS, morrendo de rir, mas é de apavorar, um assalto MESMO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s