Eu sou muito claro, não sou?

– E aí? Qual a boa do final de semana?
– Eu não tenho boa nenhuma. Cheio de trabalho da faculdade pra fazer.
– Ah, é? Depois vou precisar de você. Pode me ajudar?

Nada a ver quando relacionamento antigo quer ajuda, né? Todo mundo sabe que quando se diz “vamos ser amigos” é da boca pra fora. É só pra fazer o fino, só pra deixar claro que não precisamos sair por aí falando mal um do outro. E basta. Se quando você estava junto com a pessoa, você fazia tudo por ela e ajudava no que fosse necessário, é óbvio que isso não vale mais. Acabou.

– Como já disse, ando super ocupado. Muito sem tempo mesmo.
– Quando desocupar, pode me ajudar?
– Não tenho previsão de quando vou desocupar não. A tendência é só piorar.
– Entendi. Depois então, quando tiver um tempinho, me ajuda.

Eu gosto de gente assim: que finge que não entende o que a gente fala. Eu fui muito claro, né? Qual a parte do ‘não vou fazer porra nenhuma, caramba! me esquece!’ está incompreensível? Dificuldade de compreensão é algo que me estressa. Eu sou tão claro e objetivo. Não sei lidar com quem não me entende.

– Ajudar no quê, afinal?
– Fazer um site blablablá
– Não sei fazer isso não, tá maluco?
– Ah, uma página blablablá
– Faz um blog.
– Me ajuda?
– Não tenho tempo.
– Depois…
– Não prometo, porque não garanto.
– Hum..
– A coisa mais fácil do mundo é fazer um blog. Rola um passo-a-passo eficaz que te leva ao sucesso.

Gente, alguém aí discorda de mim? Há alguma dificuldade em fazer um blog, minhas doçuras? Claro que não. Eu, com 10 anos, já tinha um. Naquela época, já usava o espaço para comentar o BBB. Não mudei nada. Mas, enfim. Eu hein. Ninguém precisa de ajuda para criar blog. E, mesmo que precise, caguei. Tá escrito na minha testa que sou voluntário? Não sou. Amigos da escola? Não sou. Não servi ao exército e nem fui mesário – servir ao próximo sem ganhar nada em troca não é a minha vibe.

Que que eu fiz? Resolvi demonstrar o quanto eu estava sem tempo, dei um tchau e saí batido. Algo mais ou menos assim:

Tenho que ir! Beijo, tchau!

Não gostou não. Me deixou um depoimento dizendo que tava triste e que eu não precisava ter sido grosso assim. Grosso, eu? Grosso é Alexandre Frota.

2 respostas para Eu sou muito claro, não sou?

  1. […] postado aqui bem menos do que eu me propuz fazer, mas tenho andado sem tempo para essas coisas. Muito ocupado. Parte de minha ocupação se deve à faculdade. Esse período não houve uma semana de provas […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s