Você era daqueles que tacava ou levava a bolinha de papel?

– Nos tempos de colégio, você era daqueles que tacava a bolinha de papel nos outros ou daqueles que levava a bolinha de papel dos outros?
– Tacava e levava.
– Tacava mais do que levava ou levava mais do que tacava?
– Levava mais do que tacava.
– Ótimo. Então eu posso confiar em você.

(Muito gelo e dois dedos d’água)

Essa cena do filme me fez pensar. Eu jogava bolinha ou jogavam em mim? Não lembrei, a príncipio. Esse é o tipo de material reprimido que o inconsciente guarda e não libera por nada. Forcei um pouco. Lembrei. Eu levava bolinha de papel dos outros… na cabeça. Cabeça grande = mais difícil deles errarem a mira. Coisa chata. Eles tacavam as bolinhas e eu, em vez de tacá-las de volta como qualquer um faria, as pegava e jogava no lixo. Pagava de criança otária madura. Aquilo não me chateava (sinta que era um negócio frequente). Achava-os idiotas e não valia a pena me chatear com eles. Muito menos discutir. Eles passariam o resto da vida naquela sala de aula tacando bolinhas uns nos outros, enquanto eu seguiria em frente.

Eu tenho disso. Só discuto com quem eu acho que vale a pena. Tenho opiniões sólidas sobre tudo, mas só as exponho se julgo conveniente. Não discuto com quem tem mentalidade pequena e falta de disposição de mudar de idéia. Não discuto com quem não significa nada pra mim. Enfim, a lista é enorme. São poucos os que valem a pena. Outro dia relatei essa minha postura pra minha mãe e ela me disse que devo me achar muito pra julgar quem vale ou não a pena. Pode ser verdade. Mas é prático e menos desgastante. E eu gosto de evitar a fadiga.

De qualquer forma, também já taquei bolinhas de papel nos outros. Apenas uma vez, que me lembre. Último dia de aula. Rasgamos as últimas folhas do caderno e fizemos a guerrinha. De fato, foi muito divertido. Mas foi algo amigável. Não tinha a intenção de irritar ninguém. No final, ainda jogamos todas as bolinhas no lixo. Uma guerra amigável e limpa – sem se preocupar se depois aquelas folhas de papel fariam falta pra anotar a matéria [/nerd]. Pura realização pessoal. Eu gosto de uma farra. Se o meu QI fosse um pouco menor, eu andaria com a galera da bagunça. Mas não é.

– Eu voto na galera da bagunça porque estão gastando sabão em pó matando árvores à toa.

Anúncios

Responder a Você era daqueles que tacava ou levava a bolinha de papel?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s